Present Perfect – Como entender este tempo verbal?

O Present Perfect pode ser considerado o pesadelo para muitos estudantes de inglês. Isso acontece porque não o utilizamos no nosso idioma nativo, o português. Porém, o objetivo deste post é facilitar o entendimento deste tempo verbal para que ele seja incluído da forma mais natural possível no seu cotidiano ao falar inglês. Portanto, confira o post até o final, pois garanto que você não irá se arrepender.

What’s up, learners?

Primeiramente temos que ter em mente o principal uso do Present Perfect, ou seja, entender como e porque utilizá-lo. Vou listar aqui alguns exemplos para facilitar o entendimento.

Ações no passado com consequência no presente

No geral, o Present Perfect serve para falar de ações que começaram no passado, mas que ainda tem consequência no presente. Vamos observar alguns exemplos para ilustrar isto:

I have worked as an English teacher for eighteen years. – Eu trabalho como professor de inglês há dezoito anos.

A frase acima indica que a pessoa começou a ação dezoito anos atrás, porém ela ainda exerce esta função até os dias de hoje.

Experiências de vida

I have been to The United States. – Eu estive nos Estados Unidos.

Por sua vez, a frase acima indica uma experiência de vida. Ou seja, a pessoa já esteve naquele local, mas pode voltar nele outras vezes, ela está viva, não é mesmo? Portanto a ação pode se repetir. O que dá a ideia de passado inacabado que ainda pode ter uma sequência no futuro.

É diferente de utilizamos o Simple Past, por exemplo, que indica ações que aconteceram em um ponto específico de tempo do passado. É ai que está a diferença. Frases no Simple Past indicam o tempo, enquanto no Present Perfect o tempo não é mencionado, pois fala de um contexto geral. Compare agora uma frase no passado simples para ilustrar isto:

I went to Canada last year. – Eu fui para o Canadá ano passado.

No exemplo acima, a pessoa pontuou quando a ação ocorreu e terminou. É uma situação isolada com data de ocorrência. Diferente do Present Perfect.

Outros exemplos

Vejamos outros exemplos comparando o Present Perfect com o Simple Past:

Elvis Presley recorded many songs. – Elvis Presley gravou muitas músicas.

Madonna has recorded many songs. – Madonna gravou muitas músicas.

Perceba que a tradução da primeira frase (Simple Past) e da segunda (Present Perfect) é a mesma. Porém, no primeiro caso foi utilizado o Simple Past porque o Elvis Presley já morreu e tudo relacionado à ele deve ser considerado algo terminado, ou seja, não pode mais ocorrer ou se repetir.
Por sua vez, a frase relacionada à Madonna está no Present Perfect, pois ela está viva e pode ainda gravar mais músicas. É o passado inacabado, ou seja, o Present Perfect.

Para finalizar, perceba que as frases no Present Perfect não definem tempo, enquanto as frases no Simple Past geralmente indicam quando a ação ocorre.
Se não indicam, como no exemplo da frase do Elvis, fica implícito no contexto, pois todos sabem que ele já morreu e tudo relacionado a ele acabou.

Gostou da dica?

Você saberia me dizer aqui nos comentários uma frase com o Simple Past e uma com o Present Perfect? Estou curioso para ver se você aprendeu mais essa, OK?

Leia também: O tal do “ING”

See you around!

Junior Silveira

Compartilhe este conhecimento

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Leia também

 CONTINUE APRENDENDO!

Saiba mais sobre o Método ACT de aprender inglês!